• Galeria de Vídeos
  • Fale Conosco
  • hospitalaria

    É de responsabilidade da Hospitalaria, arrecadar, administrar e dar justo destino a beneficência Maçônica.

    As solicitações, pedidos e donativos devem ser tratados com esses Irmãos ou diretamente por escrito e endereçado a Loja.

     

    Nos ritos maçônicos teístas, deístas e joanitas, a lição é do Evangelho. “Quando, pois, dás esmola, não toques a trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem louvados pelos homens.

     

    Em verdade, vos digo: já receberam sua recompensa. Quando deres esmola, que tua mão esquerda não saiba o que fez a direita; assim a tua esmola se fará em segredo, e teu Pai, que vê o escondido, recompensar-te-á.” (Mateus 6 – 2,4)

     

    Pelo acima exposto fica claro que a maçonaria não é uma sociedade de beneficência, o que muitos profanos e aprendizes recém ingressos na Ordem trazem em seus pensamentos.

    Não compete a Maçonaria dar o peixe, compete a Maçonaria ensinar a pescar em razão disso ela é uma escola de lideres e seus ensinamentos simbólicos e filosóficos nos levam a isto.

     

    Outras entidades criadas para este fim o fazem com melhor aproveitamento do que nossa Ordem.

    O principal é lembrar qual a finalidade do Tronco de Solidariedade, Beneficência, das Viúvas etc, chamem-no como quiser, ele se destina a ajudar os Irmãos necessitados e, por conseguinte seus familiares.

     

    Como ultima afirmação. “O giro do Tronco de Beneficência, não é e nunca foi coleta de esmolas, lembre-se hoje um Irmão esta necessitado, nos não sabemos o amanhã”